Tenha coragem para pedir ajuda!

Pode até parecer complicado, mas pedir ajuda faz parte da nossa trajetória

O processo de inicialização da sua própria empresa é, por diversos fatores, bastante complicado. Assim como tudo na vida, dar o primeiro passo é muito difícil e é um momento onde a ajuda é imprescindível.

No nosso nascimento, por exemplo, aprendemos a andar depois de um certo tempo com muito auxílio e segurançade nossos pais. Logo, na vida empresarial não é diferente. Mesmo que mais crescido e tendo em nossa volta opiniões diferentes que tendem a nos desencorajar, é importante que você sempre filtre quem pode te ajudar e buscar uma ajuda nessas pessoas.

O empreendimento massivo é atual, sendo assim em sua volta a sua referência de trabalho sempre será o seu amigo que possui um emprego registrado ou o seu pai ou avô que por toda a vida trabalhou em regime CLT e está prestes a se aposentar. E ter uma noção do que é atividade empregatícia vai muito além de tudo isso, ou seja, você acreditar em um projeto próprio e empreender vai necessitar que você engula o orgulho de agarrar tudo em seu braço e pedir ajuda para o seu pai aposentado ou pro seu amigo que trabalha CLT, independentemente do ponto de vista que vocês têm sobre o empreendimento, é necessário pessoas de confiança predispostas a ajudar e que entenda do pedido em questão.

Por tudo isso, tenha a coragem de pedir ajuda no pontapé inicial da sua empresa. Contudo, seja estratégico para buscar ajuda em pessoas próximas e habilidosas na ajuda que você necessita.

Para que você seja estratégico e consiga pedir ajuda a outras pessoas sem ser taxado como “pidão”, acompanhe esse artigo e busque o tipo certo de coragem para conquistar auxílios para o desenvolvimento inicial do seu negócio.

PEDIR AJUDA É IMPORTANTE

Você certamente já escutou aquela máxima popular que diz que “A união faz a força”. E temos que admitir que isso é completamente verdeiro, principalmente quando se trata do início, do processo de montagem e pontapé inicial da sua empresa.

Quando você inicia uma empresa, o resultado tende a demorar para aparecer, até porque no começo as saídas são maiores que as entradas e as coisas são muito lentas.

Logo, quando você grita socorro, quem te socorre dá uma clara contribuição para o aceleramento para o aparecimento dos seus resultados positivos.

E essas ajudas podem ser até práticas, contribuindo com a mão na massa, ou até mesmo de forma de conselho, ou seja, uma consultoria.

Toda ajuda, no ponto certo, é bem-vinda para o pontapé inicial de uma empresa.

A NECESSIDADE DA CORAGEM

Você precisa saber exatamente a medida certa entre o otimismo e o realismo, sempre sendo positivo, mas com o pé no chão, essa medida é mais complicada do que se parece para se encontras, então vamos à fatores que vão lhe auxiliar em achar esse ponto de controle.

  1. Você irá escutar nãos

O que não é o fim do mundo, e digo mais, o lapida para encontrar a forma certa para se conseguir um sim. Terão situações intimidadores que se comprovarão no ato do pedido, porém, terão situações tão semelhantes quanto e você conseguirá tirar de letra, alcançando o seu objetivo. Toda essa questão é relativa ao “outro lado do balcão”.

Se você já tem um não, busque um sim. Mas se você, mesmo assim, só conseguir um não, absorva um novo método para alcançar o sim.

  1. Seja estratégico com as competências

Saiba exatamente o que você precisa e quem poderá te ajudar. Observe o que você poderá adiantar, o que está dentro das suas competências e conhecimentos, por outro lado nunca ache que você é bom em tudo, logo, mapeie as suas características e competências principais.

Após você ver o que é bom o suficiente para fazer, busque então pessoas, de acordo com a sua proximidade e competência para determinadas funções.

  1. Busque inspirações

Sabe aquela sua referência empresarial que hoje é um case de sucesso? Então, para ele chegar onde chegou precisou de ajuda.

Se inspire em histórias, leia biografias e absorva sempre o que é aquela personalidade irá te ensinar. Mas repare, eles nunca conseguiram sozinhos, se não fosse o suporte de pessoas nas quais eles recorreram possivelmente não atingiram um patamar tão alto para se tornar referência para outras pessoas do mesmo setor.

Saiba a importância da contabilidade gerencial na hora de gerenciar a sua empresa

Descubra o quanto a contabilidade gerencial irá auxilar o gerenciamento da sua empresa

Os desafios de uma empresa são extraordinários e as responsabilidades acerca das tarefas em si são inúmeras. Então, temos que estar atento a mecanismos que auxiliarão você a obter bom resultados com o mínimo de esforço, esta é a contabilidade financeira. O maior erro de um empresário é achar que pode tirar de letra esse setor e assim reter o dinheiro de um determinado departamento neste sentido, mas, nesse caso, o investimento neste setor o poupará de estresses futuros e ainda o auxiliará no alavancamento financeiro da empresa. A contabilidade financeira serve como uma aliada e joga junto.

A parceria com uma contabilidade financeira abrange os campos de o aumento da renda dos seus negócios por meio por pesquisas específicas de mercado, desenvolvendo tais projetos para mapear e melhorar a projeção financeira e o investimento, bem como fugir de taxas abusivas de impostos e afins.

Então, não poupe esforços para firmar parceira com uma contabilidade financeira que expire total confiança e competência.

  • Competências

Muitas pessoas acham que um departamento de contabilidade precisa estar atento único e exclusivamente focado em ter conhecimentos financeiros. É claro que um contator precisa imprescindivelmente ter conhecimento econômico, mas são inúmeras áreas que interferem diretamente na economia.

O primeiro conhecimento além que um contador precisa ter é jurídico, por exemplo, pois trabalhará com questões tributárias que mexer diretamente com a legislação do país ou a lei orgânica do município.

É muito importante ter profissionais dentro de um escritório de contabilidade que estejam por dentro de tudo o que está acontecendo no mundo, pois todos esses fatores influem nas condições econômicas do país e do mundo. Como falamos com empresários do setor privado, é fundamental que todos saibam que tudo interfere economicamente e tanto você quanto a contabilidade precisam estar preparado a isso.

Fora isso, é bom ter profissionais apresentáveis, com bom diálogo seja via oral ou escrita. Além de ser, no mínimo, bilíngue, contemplando o inglês (atual dialecto universal) como segundo idioma de domínio.

E isso não se trata apenas de determinado funcionário, mas sim uma questão uniforme para que o departamento contábil seja cada vez mais competente.

Claro que os mecanismos digitais, planilhas online etc auxiliaram no processo, tanto que é extremamente importante que o funcionário do departamento tenha competência suficiente para lidar com esse maquinário virtual para que desenvolva problemas o mais rápido possível através desses mecanismos online.

Uma boa equipe do departamento de contabilidade define bem o empreendimento e um bom departamento contábil da sua empresa pode definir muito quanto ao seu futuro a médio e longo prazo.

Investimento inicial: guarde dinheiro e abra a sua empresa [na cidade]

Saiba qual é o valor necessário do investimento inicial para iniciar a sua empresa em Santo André

O processo de abertura de uma empresa em Santo André tende a ser muito estressante, o que é normal até a página dois. A burocracia, o capital inicial e todo o planejamento é algo maçante que, por outro lado, pode ser diminuído caso você possua um bom setor contábil que, com eficiência, o auxiliará o assessorando na questão do investimento inicial e te norteando quanto a postura mediante as questões legais, que realmente fogem do nosso controle.

Você pode trabalhar junto com um escritório contábil, que nada mais é uma empresa especializada para todo esse tipo de serviço específico para empresas privadas. De abertura de CNPJ, de uma forma que o modelo da empresa se enquadre em suas perspectivas e condições para pagamento de tributos, até mapeando todo o mercado, analisando concorrência e fazendo planejamento de investimento inicial.

Para ter todo o conhecimento para realmente aplicar o seu dinheiro e iniciar o seu negócio, confira esse artigo.

  • Aspectos Financeiros

É muito importante que ao abrir uma empresa em Santo André, o empreendedor fique atento a muitos detalhes que podem, muitas das vezes, embargar o seu negócio de início, seja por meio de burocracias ou por serem imprevistos literais nos quais o empreendedor, despreparado, não terá caixa para resolvê-lo. O setor contábil sempre está atento a essas responsabilidades fiscais e pode muito bem servir como uma forma de assessoria para que você não se enrole no processo de triagem dos seus documentos.

1. Infraestrutura

Não é apenas o espaço físico que comanda a sua estrutura, mas tudo aquilo que será trabalhado em sua empresa. No caso de empresas físicas, preocupação com a instalação de maquinários, segurança do local e dos produtos etc, são muito importantes. No caso de empresas onlines, a preocupação vai além do espaço físico, já que muitos trabalham home office, mas na questão da infraestrutura de entrega do produto/serviço ao cliente.

2. Formalização da empresa

Aí entra o papel de uma boa empresa de contabilidade atrás do seu negócio. Você colocando esse setor na mão de uma empresa especializada neste tipo de serviço diminuirá muito o seu estresse, pois eles analisarão o seu investimento inicial e lhe enquadrarão em um modelo de empresa conveniente para a sua função e sua realidade financeira, fazendo com que você sofra o mínimo possível com impostos.

Além da abertura do CNPJ, as empresas precisam ter ciência de determinadas etapas (principalmente em empresas de sedes fixas). Existe o processo de capital social, no qual o empreendimento para e aberto de forma regular, precisará pagar taxas para Junta Comercial, elaborar contrato social (sob tutela de um advogado), obter alvará da vigilância sanitária e corpo de bombeiros, enfim. Um processo que, por cima, fará com que o empreendedor, ao abrir o seu negócio, desembolse na casa R$1.000,00.

3. Mãos à obra

Seu negócio oficialmente regularizado, é a hora de começar a colocá-lo em prática, sendo assim,é importante que o empreendedor tenha noção do custo de produção dos seus produtos, além dos custos administrativos da empresa. Nessa hora, também, é importante reservar, no mínimo, 5% do valor estipulado para auxílio em um possível imprevisto ou situação inesperada, a máxima do capital de giro que precisa estar bem definido no papel desde o princípio como parte do investimento inicial.

Além disso, analise concorrência e fornecedores para ter uma ideia da sua margem de lucro, essa pesquisa de mercado chama-se benchmarking e analisa todo o mercado ao seu redor, como parceiros, concorrências e meio de mercado, tanto atualmente quanto historicamente.

Também sempre tenha noção do seu fluxo de caixa e procure ficar sempre a par de sua situação financeira. Para isso, é extremamente necessário que quem faça todas as projeções e cálculos seja a contabilidade, mas você precisa estar ao lado do setor contábil da sua empresa para que juntos o empreendedor tenha os prognósticos e realize as estratégias de ascensão do seu negócio. No princípio, essa noção é muito difícil de se ter pela empresa possuir mais saídas do que entradas, mas um bom escritório contábil fara projeções de vendas, compromissos e créditos para que sempre se tenha tal estimativa.

4. Plano de Marketing

Muitas vezes tratado como desnecessário, o marketing é fundamental para qualquer negócio, principalmente aos que iniciam. Sua marca precisa chegar ao conhecimento do seu público-alvo, por isso que o marketing precisa estar dentro do seu investimento inicial. Além do mais, as práticas de publicidade no meio virtual barateou muito os custos de marketing e dinamizou muito a estrutura entre empresa em Santo André.

Imposto de renda pessoa jurídica (IRPJ)

Conheça os modelos de tributação, além de saber como e quando é feito o IRPJ em Santo André

As empresas são pré-determinadas a transparecer toda a sua movimentação financeira para o Estado através do Imposto de Renda para pessoas jurídicas, o IRPJ. Pessoas Jurídicas caracterizam-se como empresas, organizações, entidades, de modo geral, levantadas para um determinada finalidade específica.

Tais instituições terá de pagar um certo imposto que é específico do seu cadastro jurídico, o que independe se as empresas são, ou não, registradas neste cadastro.

As empresas que se enquadram no pagamento do IRPJ em Santo André, variam de empresas que já esteja com o seu estado de falência aberto, a estatais, passando por negócios rurais e sociedades mistas.

  • Questões de cálculo

Depende do tipo da empresa e seu molde tributário. Essa variação vem devido o IRPJ e é cobrado uma alíquota de 15% em relação ao ganho total anual da empresa.

Porém, quando uma empresa em Santo André se funde, essa alíquota de 15% se mantém e é adicionada mais 10% em cima, logo, terá de ser pago 25%. Para isso, o valor de lucro total não pode ser maior do que o da parcela chegando a um número monetário superior a R$20.000,00.

Como abrir firma em Santo André

Confira os pontos principais para abrir firma em Santo André com facilidade

Os proprietários de empresas no Brasil iniciam seus grandes projetos a partir de grandes ideias e com isso passam a abrir a sua empresa em Santo André. Quando se existe um caixa, uma reserva financeira para que esse projeto seja concretizado, é algo muito relevante.

Por isso, para quem se interessa fazer um investimento nessa ideia, fazendo com que ela saia do papel e se concretize, é importante que se pense em todos os fatores preponderantes para a abertura da firma em Santo André.

O empreendedor precisa ter pleno entendimento dos pós e contras na abertura da firma em Santo André que dependendo do segmentos a ser trabalhado terá determinados pós e contras, como o contingente de prospectos ou da carência de mercado.

É por isso que sempre é necessário um bom planejamento para que se possa, como competência, abrir a firma em Santo André. Isso, pois um bom planejamento não gerará sustos no decorrer da empresa.

Para abrir firma em Santo André você precisa, também, estar preparado para encarar questões burocráticas centrais para poder regulamentar a sua empresa de forma cabível e correta dentro das questões legais do Brasil. A emissão de documentos e o enquadramento em questões legais, não é só uma obrigação, como credibiliza a gestão empresarial da sua empresa.

Confira, então, as dicas que temos  para dar para você quer quer abrir uma firma em Santo André.Já para registrar a empresa que será aberta, é muito importante que haja o detalhamento das informações para a abertura da firma em Santo André. Caso qualquer informação seja omitida na questão contratual, constrangimentos e problemas poderão surgir em médio e longo prazo. O que pode prejudicar a empresa em diversos aspectos.

RG, CPF, IPTU, seja do imóvel onde a firma será alocada, do titular da empresa e dos sócios, bem como as xerox simples e autenticas, precisam ser separadas com antecedência. Esses documentos são aqueles que são sempre pedidos em qualquer processo burocrático, por isso, já tê-los em mão é improntante para que esse registro sai cada vez mais rápido;

Após todas as definições contratuais, o passo conseguinte é a sua ida para efetivação na Junta Comercial da Cidade e no Cartório de Pessoa Jurídica.