Livros para inspirar e motivar todo empreendedor

Buscar inspiração para empreender é extremamente interessante. Seja em um filme, em uma história de sucesso e porque não dizer em livros?

Seja uma ficção, um livro de auto ajuda ou até mesmo uma biografia, os livros tem o poder de motivar e trazer um frescor em seus leitores.
Por isso vamos listar alguns títulos que caem muito bem a quem está iniciando no mundo dos negócios e quer abrir seu próprio negócio. 
Como sabemos, conhecimento é fundamental em qualquer área da nossa vida.

Vamos à lista:

O dilema da inovação

O livro fala sobre como muitas vezes tomamos atitudes que teoricamente deveriam nos levar ao sucesso, mas podem acabar nos arruinando.

O escritor Clayton M. Christensen mostra em seu livro quais os caminhos que um empreendedor deve seguir para resolver vários problemas de seu negócio.
Este livro serviu, inclusive, de inspiração para que o Steve Jobs criasse o que chamamos hoje de “nuvem”, que serve para compartilhamento de arquivos.

A arte da guerra

Este é um clássico para qualquer empreendedor. O livro explica como ganhar vantagem sob seus oponentes no campo de batalha, através de técnicas militares chinesas.
Muitos empresários de sucesso usaram este livro como inspiração na tomada de decisões.

O Livro Negro do Empreendedor

O livro traz diversas soluções que não são encontradas nos livros acadêmicos. Tem muita importância para aqueles que pretendem inovar e quer fazer diferente sem correr o risco de fracassar. É considerado uma auto ajuda do empreendedor.

Seja foda

Apesar do palavrão no título, este livro é muito interessante em vários aspectos e serve para muitas situações na vida. Ele fala, principalmente, sobre sempre tentar ser melhor em algo que esteja fazendo, ou seja, tentar sempre superar a si mesmo. Tem muita relevância para aqueles que estão com medo de dar os primeiros passos. 

 

 Coloque a leitura em dia e quem sabe não é o que falta para que você deixe suas ideias em ordem e faça sucesso com seu empreendimento.

Como tirar sua ideia do papel

Sonhar em ter seu próprio negócio tem feito parte da vida de milhões de brasileiros. Mas algo te impede de ir adiante e seu sonho vai ficando cada vez mais distante? Isso é algo muito comum, pois o medo de fracassar se torna uma barreira para a grande maioria.
Fique tranquilo, pois vamos te ajudar a tirar suas ideias do papel e finalmente ter seu próprio negócio.

Criar um plano de negócios pode parecer difícil, mas lembre-se que esta é uma das partes mais importantes e que pode dar a estrutura que você precisa para obter sucesso.

Coloque suas primeiras ideias em um guardanapo, pois isso vai te ajudar a organizar as ideias. Mas além disso, você precisará seguir alguns passos para facilitar as coisas pra você:

1 – Conheça os requisitos para começar

Procure saber quais são as licenças e alvarás necessários para iniciar seu negócio. Caso seja algo no ramo alimentício, saiba que existem licenças e documentos específicos. Por isso é importante saber o que é preciso para não ter prejuízos depois. Cada atividade possui regras específicas e por isso é bom estar bem informado.

2 – Identifique seu público

Evidencie quem é o seu público e quem você pretende atingir com seu produto/serviço. Faça um levantamento de quem serão as pessoas atingidas pelo seu projeto e volte o seu marketing para elas.

3 – Controle de gastos e prazos

Saiba quanto tempo e dinheiro vai ser necessário para conseguir todos os documentos e faça um cronograma. Um planejamento bem feito é imprescindível para organização dos primeiros passos para abertura de uma empresa. Isto vai lhe poupar tempo.

4 – Preze pela qualidade

Comece com produtos/serviços de qualidade. Se você oferecer algo ruim, vai ficar marcado logo no começo e isso vai te fazer perder clientela. Dessa forma, você vai conseguir conquistar cada vez mais clientes e aumentar seu faturamento.

5 – Planeje todas as atividades

Adote uma agenda e coloque nela todas as atividades a serem concluídas. De preferência coloque em ordem cronológica, assim você vai evitar se perder durante o planejamento.

6 – Planejamento financeiro

Esse é o ponto chave de qualquer negócio. Mesmo que você tenha pouco dinheiro para investir, o ideal é que você saiba exatamente onde vai gastar cada centavo de seu investimento. Eviste gastos desnecessários.

Seguindo os passos corretamente você poderá iniciar seu empreendimento com o pé direito.

Avalie o crescimento de sua empresa através de uma boa Gestão Contábil

Crescer a uma velocidade muito rápida pode ser prejudicial a sua empresa se não for acompanhada de uma boa gestão contábil. Com isso, confira inicialmente os três passos que podem evitar com que o crescimento, que é algo bom, seja uma pedra no sapato e lhe traga problemas.

Pense a longo prazo e decida o que você quer realizar num período determinado de tempo. É bom que a sua empresa tenha perspectiva de futuro realista, conforme o processo de gestão contábil, dentro dos dias, meses e anos por vir. Com isso, a sua empresa pode ir em direção ao crescimento de forma gradativa.

Tenha objetivos estratégicos, pois o ideal é que seja feito semestralmente dentro dos pilares: corporativo, financeiro, tecnológico/operacional e mercadológico. Essa balança mantém internamente a informação das prioridades da empresa. Além de auxiliar no planejamento estrutural de seu negócio.

Mantenha uma planilha de gastos com entradas e saídas de determinado período que, por meio da gestão contábil, servirá de apoio para as perspectivas orçamentárias do ano seguinte. Esse controle servirá para que o planejamento para o ano seguinte seja feito de forma mais correta e com uma estimativa mais próxima do ideal.

Tenha uma rede de contatos ativa que vai ser capaz de te ajudar a trazer novos clientes e trabalhos. Além disso, permita que a Gestão Contábil de sua empresa analise os números antes de se aventurar em qualquer negócio.
O ideal é gerar valor para sua empresa e uma boa gestão vai ser capaz de avaliar os pontos fracos e fortes de seu empreendimento.

O mais importante é que essa é a forma mais efetiva e mais barata de expandir sua empresa, pois o planejamento bem feito é capaz de alcançar ótimos números.

Por fim, citamos algo que é fundamental nos dias atuais, a presença no mundo digital. Você pode expandir o seu negócio, sem precisar abrir franquias ou criar filiais, mas, sim, expandindo o seu negócio dentro do universo e-commerce, disponibilizando os seus produtos e serviços através da internet.

O mundo da internet é muito vasto para que você se mantenha apenas dentro de um contexto corporativo.

Assessoria Contábil e o planejamento estratégico ideal para seu negócio

Fazer o planejamento empresarial para sua empresa é ponto chave para obter sucesso durante o caminho. Para isso, a assessoria contábil é muito importante, justamente por colocar a casa em ordem.

Mesmo com o planejamento e com uma boa assessoria é preciso ser cauteloso e tomar atitudes baseadas em perspectivas. Isso vai trazer muito mais segurança do que qualquer tiro no escuro e atitudes tomadas por mero impulso, por isso a importância de ter um suporte lhe ajudando na condição estratégica das suas diretrizes empresariais. Dessa forma, todo novo negócio precisa de uma assessoria contábil para se precaver durante todo o ano. As principais informações para facilitar a vida da assessoria e fazer com que o trabalho seja mais eficiente são:

  • Análise de publico;
  • Tendências;
  • Leitura geral de mercado pro ano que entrou;
  • Leitura do que foi positivo e negativo no planejamento do ano que passou;
  • Comparativos com anos anteriores.

Neste caminho, são três maneiras que a assessoria contábil pode trabalhar o planejamento estratégico da sua empresa.

Planejamento estratégico

O planejamento estratégico é um ponto que vai ser verificado a longo prazo.
A assessoria necessita de uma base de informações para fazer a definição de estrutura para produzir o modelo de vendas dentro de um tempo específico, fazendo justamente a definição dessa estrutura. Além disso, o planejamento estratégico é o responsável por traçar as ações práticas do seu negócio.

Planejamento operacional

Ao contrário do estratégico, este planejamento é a curto prazo. Ele define as estratégias utilizadas em momentos anteriores em um comparativo.

 Planejamento tático

É voltado para a parte de maquinas e materiais que interferem diretamente no processo de produção de uma empresa e que, de alguma forma, necessita de aporte financeiro. Dispõe-se diretamente na cobertura de ações práticas. Como orçamento direto de materiais de maquinários e de fornecimento que gerem algum investimento financeiro.

Chegamos a conclusão que, independentemente do planejamento, todos, de uma forma outra, interferem diretamente na estratégia e nada melhor que uma assessoria contábil para trazer uma visão estratégica para a empresa.